segunda-feira, 23 de março de 2015

Sobre pintar as minhas unhas, alisar o meu cabelo e me maquiar: não sou obrigada

Imagem: Facebook


Hoje cedo tive vontade de escrever sobre o meu não uso de esmaltes. Daí, quando acesso a internet, me dou de cara com uma campanha machista e sexista da Risqué. Pois bem, não uso esmaltes há alguns meses, pelo simples fato de: preguiça. Morro de preguiça de ter como obrigação pintar minhas unhas, por conta disso, num belo dia, decidi não pintar mais.

E, após assistir a uma entrevista da Maria Ribeiro ~linda, diva, maravilhosa~ no programa da Marília Gabriela no GNT, em que ela falou que não faz as unhas pelo simples fato de: não querer; achei O MÁXIMO. Eu já gostava dela no Saia Justa, depois disso, passei a gostar mais ainda. 

Continuando...

Eu não gosto de pintar as unhas, nunca gostei, fazia por obrigação, mas, amo me maquiar. No entanto, não me maquio todos os dias por causa da preguiça também e não gosto de ver como obrigação. Na verdade, talvez eu odeie o fato de ser obrigada a qualquer coisa mesmo. Ah, já alisei meu cabelo, mas quando vi obrigada a dar chapinha sempre, deixei de alisá-lo. E, sim, eu também tinha preguiça de passar a chapinha no meu cabelo.

Não gosto de ser obrigada, acho que é isso.


Ah, e sobre a campanha ridícula da Risqué: nem toda mulher ama pintar as unhas, nem toda mulher ama esmalte e nem toda mulher gosta de homem (ó, que surpresa haha)

Nenhum comentário:

Postar um comentário